About admin

This author has not yet filled in any details.
So far admin has created 28 blog entries.

De Volta Para o Futuro: Já foi feito um musical

A estreia do musical foi em 2015, quando “De Volta Para o Futuro” de 1985 completou 30 anos de muito sucesso!

Quem não conhece a história de Marty McFly, interpretado por Michael J. Fox que viaja no tempo com um DeLorean com a ajuda do louco Dr. Emmett Brown?

Os roteiristas do filme, Robert Zemeckis e Bob Gale junto com o diretor britânico Jamie Lloyd estão unidos nesse novo projeto. Foi convidado Alan Selvestri para compor as músicas.

De Volta Para o Futuro musical

Vamos ter que aguardar para saber se o musical será fiel ao filme, mas parece que teremos os hoverboards e o DeLorean!

E caso faça sucesso o espetáculo será levado para a Broadway, em Nova York.

By |2019-04-26T02:19:40+00:00maio 23rd, 2019|Filmes|0 Comments

Resenha – Filhos do Éden : Herdeiros de Atlântida

Jà faz um certo tempo que nada de novo se via em nossa literatura. Quando digo isso, não me refiro a falta de novos títulos o mercado, mas sim de algo inovador, algo que pudesse prender o leitor e o fizesse devorar as páginas. Já havia ouvido falar do livro em questão, Filhos do Éden – Os herdeiros de atlântida, mas nunca havia me interessado a ponto de procurar o livro.

Resenha – Filhos do Éden : Herdeiros de Atlântida

Um dia, em um super mercado de Porto Alegre, queria comprar algo para ler durante o trabalho, e eis que o o próprio Filhos do Éden estava na prateleira, me esperando. Comprei-o, sem muitas expectativas, e fui trabalhar. O inicio do livro me surpreendeu, pois diferente da maioria onde o inicio é sempre o mais chato de se ler, o autor Eduardo Spohr soube como prender o leitor desde o primeiro capítulo. E foi exatamente o que aconteceu comigo. O livro trata sobre a guerra que está ocorrendo no céu : De um um lado, o Arcanjo Miguel e suas forças querem destruir a humanidade, do outro, Gabriel e suas tropas revolucionárias procuram defender os homens. Em meio a isso, Deus (ou Yaweh, como é frequentemente tratado no livro) está adormecido, pois o sétimo dia após a criação ainda não terminou, o dia de seu descanso. A trama é focada em três personagens a princípio : Urakin, um anjo guerreiro da casta dos Querubins, cuja alcunha é ”O punho de Deus” ; Levih , um anjo da guarda da casta dos Ofanins, cuja alcunha é ”Ó amigo dos homens” . Sendo estes dois personagens partidários de Gabriel, desejam assim como seu líder salvar a humanidade, e estão na terra em missão : Encontrar a Arconte Kaira (Kaira, A centelha Divina ) que a dois anos atrás foi enviada em missão e desapareceu. Os dois anjos estão num bar, e logo que se retiram , encontram policiais militares a procura de um carro roubado. Lutam contra os policias , que se revelam criaturas do submundo que foram enviadas para deter o anjos. Após uma breve “cena” com os dois anjos, o foco muda para uma garota chamada Rachel, estudante da Universidade de Santa Helena. Rachel está tentando a alguns dias falar com seus pais e não consegue, sente-se enjoada e demonstra ser uma personagens bastante confusa no quesito personalidade. Há dois anos ela foi estudar na universidade, onde conheceu seu então namorado Hector. O livro explora bastante do conceito dos sete céus, o véu ou tecido que divide o mundo dos humanos e o mundo espiritual, e também aborda civilizações desaparecidas e seus “deuses”, criando plausíveis e interessantes explicações. Um ponto interessante a se ressaltar, é que a história acontece no Brasil, ainda que focada no Rio de Janeiro (no início, pelo menos ).
A obra está sendo publicada também em outros países, e bem como o título anterior “A batalha do Apocalipse”, está sendo um enorme sucesso. Lembrando que Filhos do Éden não é a continuação de A batalha do Apocalipse. Se você leu A batalha do Apocalipse, ou simplesmente gosta de uma boa aventura com bastante ação e um universo bem desenvolvido e explorado, não deve deixar de ler Filhos do Éden : Herdeiros de Atlântida. Segue o link do site da obra, onde você pode encontrar muita coisa legal , seguido da sinopse oficial do livro e a “ficha técnica”. http://www.filhosdoeden.com/

Há uma guerra no céu. O confronto civil entre o arcanjo Miguel e as tropas revolucionárias de seu irmão, Gabriel, devasta as sete camadas do paraíso. Com as legiões divididas, as fortalezas sitiadas, os generais estabeleceram um armistício na terra, uma trégua frágil e delicada, que pode desmoronar a qualquer instante.

Enquanto os querubins se enfrentam num embate de sangue e espadas, dois anjos são enviados ao mundo físico com a tarefa de resgatar Kaira, uma capitã dos exércitos rebeldes, desaparecida enquanto investigava uma suposta violação do tratado. A missão revelará as tramas de uma conspiração milenar, um plano que, se concluído, reverterá o equilíbrio de forças no céu e ameaçará toda a vida humana na terra.

Juntamente com Denyel, um ex-espião em busca de anistia, os celestiais partirão em uma jornada através de cidades, selvas e mares, enfrentarão demônios e deuses, numa trilha que os levará às ruínas da maior nação terrena anterior ao dilúvio – o reino perdido de Atlântida.

Ficha técnicaAutor : Eduardo SpohrEditora : VerusNúmeros de páginas : 476Categoria : Literatura Fantástica /Aventura/ Nacional Enquanto isso, aguardo ansiosamente para Filhos do Éden : O anjo da Morte , segundo título que já foi anunciado pelo autor.

Espero que tenham gostado dessa mais do que breve resenha, e pra quem vai procurar o livro, uma ótima leitura !Obrigado, Namastê, e Boa sorte !

By |2019-04-26T02:15:58+00:00maio 18th, 2019|Uncategorized|0 Comments

As melhores séries nerds de todos os tempos

1. Arquivo X

Estreou em setembro de 1993 e terminou em maio de 2002.  Na série, os agentes do FBI Fox Mulder (David Duchovny) e Dana Scully (Gillian Anderson) são investigadores de arquivos-x: casos não solucionados envolvendo fenômenos paranormais. Mulder acredita na existência de extraterrestres e em paranormalidade, enquanto Scully, uma médica cética, é designada para fazer análises científicas das descobertas de Mulder. Ainda no começo da série ambos agentes tornam-se alvo de uma trama conspiratória (denominados “mitologia” pelos produtores), e passam a confiar apenas um no outro. Eles desenvolvem um relacionamento próximo, começando com um sentimento platônico e depois tornando-se um relacionamento romântico no término da série.

2. Stargate

Teve início com o longa-metragem para o cinema Stargate, em 1994, e hoje incluem três telesséries   (1997-2007 – 10 temporadas), Stargate Atlantis (2004-2009 – 5 temporadas), Stargate Universe (2009-2011 – 2 temporadas) e uma telessérie de animação, Stargate Infinity. O enredo de todas as produções gira em torno da premissa do Stargate, um aparelho anular supercondutor que permite viagens pelo “subespaço”, através de um buraco de verme estável, com destino a outro aparelho idêntico localizado a uma vasta distância do primeiro (outro sistema estelar, por exemplo). Embora completamente ficcionais, as produções Stargate se passam no presente, com enredos escritos de maneira a não conflitar frontalmente com a realidade. Assim, a existência dos aparelhos é descrita como um segredo militar.

3. Firefly

Firefly estreou nos Estados Unidos e Canadá na emissora FOX em 20 de setembro de 2002 e foi cancelada após somente onze dos catorze episódios produzidos terem ido ao ar. A história da série se passava no ano de 2517, após a chegada dos humanos em um novo sistema solar, e segue as aventuras da tripulação renegada da Serenity, uma nave espacial classe Firefly. O elenco principal retrata os nove personagens que moram na Serenity. O programa explora as vicissitudes de pessoas que lutaram no lado perdedor de uma guerra civil, e também a cultura pioneira que existe na borda do sistema solar. Além disso, é um futuro onde somente dois super-poderes sobreviventes, os Estados Unidos e a China, fundiram-se para formar o governo federal central, chamado de Aliança, resultando na fusão das duas culturas também.  

4. The IT Crowd

É o ‘The Big Bang Theory’ britânico. Quatro temporadas do programa foram produzidas desde que este estreou em 3 de fevereiro de 2006.  The IT crowd se passa nos escritórios das industrias Reynholm, um corporação britânica fictícia localizada no centro de Londres. A série se concentra nas travessuras de uma equipe de suporte técnico, o IT (IT do inglês information technology) formada de três pessoas, Roy (Chris O’Dowd), Maurice Moss (Richard Ayoade) e Jen Barber (Katherine Parkinson) os quais, vivem em um imundo e desmantelado porão, embora o resto da organização presencie uma arquitetura de forte e brilhante contraste moderno, com visões deslumbrantes de Londres.

As melhores séries nerds

5. The Big Bang Theory

Estreou no canal CBS em 22 de setembro de 2007. A série está na sétima temporada e já foi renovada por maism três temporadas. Leonard (Johnny Galecki) e Sheldon (Jim Parsons) são dois brilhantes físicos que dividem o mesmo apartamento. Suas vidas se complicam quando uma belíssima jovem, porém pouco inteligente, Penny (Kaley Cuoco), se muda para o apartamento da frente. A chegada de Penny perturbou um pouco Sheldon já que ele prefere passar as noites jogando Klingori Boggle com seus amigos e colegas de trabalho e também cientistas, Howard (Simon Helberg) e Raj (Kunal Nayyar), sem ligar para Penny. Contudo, Leonard vê em Penny a possibilidade de aprender a interagir com as mulheres e sente que ela é um novo mundo cheio de possibilidades, e quem sabe, do amor. Sheldon acha que isso é um sonho que nunca se realizará, porém, talvez nesta comédia estas mentes brilhantes possam aprender algumas coisas com uma jovem que trabalha em uma lanchonete.

By |2019-04-26T02:10:16+00:00maio 11th, 2019|Serie e TV|0 Comments

O Restaurante no Fim do Universo

Existe uma teoria que diz que, se um dia alguém descobrir exatamente para que serve o Universo e por que ele está aqui, ele desaparecerá instantaneamente e será substituído por algo ainda mais estranho e inexplicável.
Existe uma segunda teoria que diz que isso já aconteceu.

O Restaurante no Fim do Universo

E lá fui eu para o segundo livro da série O Mochileiro das Galáxias de Douglas Adams. Para quem quiser ver a resenha do primeiro livro clique AQUI.

O Guia do Mochileiro das Galáxias é um companheiro indispensável para todos aqueles que estão interessados em encontrar um sentido para a vida em um Universo infinitamente complexo e confuso, pois, ainda que ele não possa de forma alguma ser útil e informativo em todas as questões, ele pelo menos alega, de forma tranquilizadora, que, onde ele está incorreto, ele pelo menos está muito incorreto. Em casos de total discrepância, é sempre a realidade que não pegou o jeito da coisa.
Essencialmente era isso que dizia o aviso: “O Guia é definitivo. A realidade está frequentemente incorreta.

Relembrando rapidamente o livro um. O planeta Terra foi destruído. Arthur e Ford conseguem escapar da destruição pegando carona em uma nave, a Coração de Ouro. Essa nave havia sido roubada pela presidente da galáxia e criador da nave, junto com ele, Zaphod, está Trillian e o robô depressivo Marvin.

A Terra foi um segundo computador criado para dar a resposta (na real a pergunta) que o primeiro computador, chamado Pensador Profundo não soube dar, ele só disse que a resposta para a vida, o universo e tudo o mais é 42. Ok, mas qual é a pergunta para dar 42 de resposta. Isso era o que a Terra deveria informar, mas um pouco antes do processo terminar a Terra foi destruída e não ficamos sabendo qual era a pergunta.

Ok, agora agora vamos começar o livro 2.

Nesse livro Ford, Arthur, Zaphod, Trillian e Marvin se enfiam em mais uma aventura.

Toda a confusão começa porque Arthur quer um chá, e a máquina que faz chá serve uma porcaria que não é chá. Mas como ele é muito insistente em querer o chá, acaba dando um “tiuti” na máquina e ela trava (pesquisando como fazer um chá), mas não só a máquina de chá trava, mas o computador da nave.

Nesse momento os Vogons começam a atacar a nave Coração de Ouro e eles não tem como se defender. Zaphod resolve chamar seu avô (morto) Zaphod Beeblebrox Quarto, para ajudá-los a sair dessa enrascada.

Não vou contar o que acontece agora para não estragar a história. Mas é assim que começa o livro, nessa baita encrenca por causa de uma xícara de chá.

Confesso que o primeiro livro fluiu muito mais rápido que esse. Esse eu demorei horrores para ler e só tem 176 páginas. Depois que passei da metade do livro a leitura fluiu melhor, mas até a metade eu estava achando meio enrolado, lento, confuso, não conseguiu me prender igual ao primeiro. 

Mas como depois ficou bom, estou curiosa para saber como os personagens vão sair das suas enrascadas e qual é a pergunta da resposta “42″. Então bora começar o terceiro livro da série.

Se os seres humanos não moverem seus lábios, seus cérebros começarão a funcionar.

Uma coisa que achei bem “interessante”nesse livro, foi no restaurante no fim do universo por exemplo, onde a comida se oferece para ser comida. O boi se apresenta e diz quais das suas partes são boas e tal. Eu teria a mesma reação de Arthur, não conseguiria comer o boi. E o boi ainda pergunta, você prefere comer um animal que não quer ser comido??? Pois é, agora ficou difícil. Tadinho do boi ehehehe.

Esse livro foi lançado pela Editora Sextante. Compare e Compre.

Sinopse:

O que você pretende fazer quando chegar ao Restaurante do Fim do Universo? Devorar o suculento bife de um boi que se oferece como jantar ou apenas se embriagar com a poderosa Dinamite Pangaláctica, assistindo de camarote ao momento em que tudo se acaba numa explosão fatal? A continuação das incríveis aventuras de Arthur Dent e seus quatro amigos através da galáxia começa a bordo da nave Coração de Ouro, rumo ao restaurante mais próximo. Mal sabem eles que farão uma viagem no tempo, cujo desfecho será simplesmente incrível. O segundo livro da série de Douglas Adams, que começou com o surpreendente “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, mostra os cinco amigos vivendo as mais inesperadas confusões numa história cheia de sátira, ironia e bom humor. Com seu estilo inteligente e sagaz, Douglas Adams prende o leitor a cada página numa maravilhosa aventura de ficção científica combinada ao mais fino humor britânico, que conquistou fãs no mundo inteiro. Uma verdadeira viagem, em qualquer um dos mais improváveis sentidos.

By |2019-04-26T02:07:46+00:00maio 4th, 2019|Uncategorized|0 Comments

Resenha Série: Almost Human de J.J Abrams

Série Almost Human na Warner, série de ficção científica. OBA!

Adoro séries de ficção científica, são as minhas favoritas, é um dos gêneros que mais gosto seja de livros, quadrinhos, filmes ou séries.

Série: Almost Human de J.J Abrams

A série se passa em Los Angeles em 2048 onde policias trabalham ao lado de andróides. Kennex é um policial que ficou 17 meses em coma depois de uma emboscada, agora possui uma perna mecânica, sua namorada desapareceu e ele não se lembra direito o que aconteceu.

No seu retorno ao trabalho ele vai ter que trabalhar com um andróide, que acaba “acidentalmente ” caindo do carro em movimento, mas com isso sua capitã Sandra Maldonado lhe dá um novo andróide Dorian, um andróide mais antigo, que possui sentimentos e gosta de conversar.

Kennex não gosta de trabalhar com máquinas, então sua relação com Dorian não vai começar bem. Mas no decorrer do primeiro episódio as coisas começam a mudar.

A idéia da série já foi bastante usada em diversos tipos de mídia. A idéia principal é do policial que não gosta nem confia nos robôs mas é obrigado a trabalhar com um robô que tem a capacidade de “simular” emoções, e com o tempo vão acabar ficando amigos.

Esse primeiro episódio não foi “nossa que maravilha de série, como eu amei e blá blá blá…” mas é uma série que pretendo acompanhar por enquanto. O primeiro episódio foi bom, vamos ver o próximo!

O primeiro episódio não teve nada muito demais, mas também não foi ruim. Os atores são bons, os efeitos especiais chegam a convencer, e por causa da má temporada de séries de ficção, este é uma boa pedida para quem está sem muita coisa para ver!

By |2019-03-31T21:10:29+00:00abril 28th, 2019|Serie e TV|0 Comments

Os Deuses de Marte – Edgar Rice Brurroughs

escritor Edgar Rice é mundialmente conhecido como o autor de Tarzan, mas outra obra dele que fez muito sucesso na mesma época mas não pôde ser adaptada para o cinema até recentemente são as crônicas de Barsoom.

Edgar Rice nasceu em Chicago em 1875, e se tornou um dos mestres de pulp fictions da época influenciando diversos outros autores como Isaac Asimov, Ray Bradbury, HP Lovecraft, Frank Herbert, Arthur C. Clark, entre outros.

As histórias de Barsoom foram escritas inicialmente como contos, iniciados em 1912, e depois se transformaria numa coleção de 11 livros. Até agora a editora Aleph lançou os 3 primeiros livros da série, Uma princesa de Marte, Os deuses de Marte e O comandante de Marte.

Uma princesa de marte

O capitão John Carter, combatente do exército confederado, tenta recomeçar sua vida após perder tudo o que possuia com o fim da Guerra Civil Americana. Ele só não poderia imaginar que seu caminho o levaria a terras desconhecidas em outro planeta. Apesar da aparência inóspita, Marte é repleto de vida, com uma flora peculiar e fauna diversificada, habitada por estranhas raças constantemente em guerra umas com as outras. Capturado pelos temíveis tharks, John Carter luta por sua liberdade e busca conquistar o amor de Dejah Thoris, princesa de Helium. Numa jornada repleta de contratempos, ele se envolve em disputas entre as diversas tribos de Barsoom – como o planeta é chamado por seus habitantes –, fazendo poderosos inimigos e ganhando a confiança de importantes aliados. Em seus romances barsoomianos, do qual Uma Princesa de Marte é o primeiro livro, seguido por Os Deuses de Marte e O Comandante de Marte, Burroughs criou um herói marcante, uma cultura vasta e rica.

Os deuses de Marte

Os deuses de Marte

Os Deuses de Marte dá sequência à história do herói interplanetário John Carter. Escrito com a mesma maestria que Edgar Rice Burroughs empregou em Uma Princesa de Marte, o livro garante uma continuação repleta de ação, aventura, mistério e romance.
Vinte anos se passaram desde que John Carter pisou pela primeira vez em solo marciano. Entretanto, todas as suas aventuras ficaram para trás e suas conquistas estão ameaçadas. Perdido numa terra de beleza paradisíaca e brutalidade infernal, ele deve retomar sua jornada por Barsoom, começando por salvar um velho amigo.
A revelação de que uma tradição barsoomiana não passa de uma farsa e que uma brutal realidade é oculta dos marcianos vermelhos e verdes faz com que John Carter parta em uma cruzada para libertar o planeta das garras de uma terrível conspiração envolvendo inimigos até então desconhecidos.

Minhas considerações

Edgar Rice é um dos grandes escritores de ficção cientifica no estilo de pulp fiction de todos os tempos. Se você quer ler uma aventura com muito romance e muita, mas muita ação com certeza não vai ficar decepcionado. Nesse continuação você vai ter ainda mais lutas de espadas, batalhas, guerras, monstros e criaturas estranhas.

A criação de todo o universo feito no primeiro livro vai ser bastante ampliada no segundo. Mais raças e mais culturas, além de uma nova trama com mais suspense, e novamente o mundo para ser salvo, uma aventura que deixa você preso até a última palavra.

A edição da Aleph também é muito bonita, com uma letra bem confortável para leitura e uma capa interessante. Recomendo fortemente que acompanhem o facebook da editora Aleph (https://www.facebook.com/editoraaleph) que é a editora “queridinha” dos que gostam de ficção cientifica.

Só posso recomendar que você leia esse classico da ficção cientifica, e lute por Barsoom.

O Filme

O filme não foi aquele sucesso todo que todo mundo esperava. Mas eu gostei, apesar de ser bem diferente do livro a ideia principal é mantida.

By |2019-04-26T02:25:08+00:00abril 27th, 2019|Uncategorized|0 Comments

Filme: Red Dawn – Amanhecer Violento é bom?

Vi esse filme no final de semana, ele foi lançado nos EUA em 2012… Para quem quem curtiu o filme ou a série de livros Amanhã, quando a guerra começou, esse filme segue a mesma linha.

Red Dawn

Red Dawn é o remake de Amanhecer Violento, filme de 1984 estrelado por Patrick Swayze.

Os personagens principais do filme são um grupo de jovens, dentre eles o Jed (Chris Hemsworth) um fuzileiro, que volta pra casa um dia antes de sua cidade ser invadida. Jed vai liderar o grupo de jovens que vão se rebelar contra os invasores norte coreanos.

O filme então é isso, mostrando Jed treinando o resto do grupo, mostrando eles atacando os invasores e dando bastante trabalho para os vilões…

Pois é, é um grupo de jovens, adolescentes, que vão lutar contra a invasão… Não espere muito do filme, apenas divirta-se assistindo, o final eu achei meio apressado, podiam ter trabalhado melhor.

Mas no geral eu gostei do filme!

By |2019-03-31T21:05:19+00:00abril 23rd, 2019|Filmes|0 Comments

Filme: O Ataque – White House Down é Bom?

Vamos lá, eu gosto de filmes com presidentes, casa branca e esse tipo de coisa, o último que eu tinha visto antes de O Ataque foi “Invasão à Casa Branca“ com Gerard Butler e Morgan Freeman, um filme mais sério que O Ataque, mas eu gostei dos dois, mas achei a Invasão à Casa Branca bem melhor…

White House Down

Mas vamos ao filme O Ataque com Jamie Foxx e Channing Tatum que faz o papel de John Cale, ex-militar que quer fazer parte do serviço secreto que protege o presidente (Jamie Foxx), mas não teve muita sorte, ele então leva sua filha para uma visita à Casa Branca.

Nesse mesmo dia um grupo de terroristas invadem a Casa Branca e querem pegar o presidente. John Cale estava separado de sua filha no momento do ataque, ele consegue escapar mas sua filha é pega pelos bandidos. O presidente é capturado, mas acaba passando em frente ao John Cale…

Missão de John Cale, proteger o presidente e salvar a sua filha.

O filme tem partes engraçadas, tem ação, não é assim “nossa que baita filme” mas é bom, é um sessão da tarde, vale a pena, mas não vá esperando muito.

By |2019-03-31T21:01:41+00:00abril 18th, 2019|Filmes|0 Comments

Filme Cidade dos Ossos é bom?

Então, assisti finalmente Cidade dos Ossos e vou contar o que achei, só que tem spoiler aqui, até no filme tinha spoiler dos próximos livros…

Eu li Cidade dos Ossos quando saiu, a resenha está AQUI.  Ainda não li os próximos.

Cidade dos Ossos

Eu não gostei muito da adaptação, eu nunca gosto de adaptações, nunca conseguem ser fiéis aos livros e isso me deixa frutada, mas tudo bem, isso passa.

Começando minha lista de coisas que não gostei no filme…

Não gostei do Simon não ter virado rato lá na festa do Magnus Bane, ele foi só raptado pelos vampiros, depois na hora do resgate de Simon no livro estavam presentes só Jace e  Clary , Alec e Izzie não estavam presentes, mas no filme estavam.

Fora o spoiler sobre o segundo livro, que eu não li, mas que tem no filme, sobre Simon virar um vampiro… Ok.

Fora também o spoiler sobre Jace e Clary não serem irmãos de verdade, isso não acontece no primeiro… Ok.

Fora algumas outras cenas que também ficaram diferentes do livro, mas eu não vou ficar listando tudo aqui… eehehe se não a lista vai ficar enorme… eheheheh

Mas, apesar de tudo, eu vou querer assistir o próximo filme quando sair. Sei que muitas pessoas amaram o filme, mas eu só posso dizer que ok, deu pra ver, pra mim foi apenas bom (por causa das modificações que fizeram). Mas acho que para quem não leu os livros pode gostar do filme tranquilamente.

Ele tem ação, romance, ainda continuo curiosa para saber a continuação, e adorei o cabelo da Clary!

Sinopse:

Um mundo oculto está prestes a ser revelado… Quando Clary Fray (Lily Collins) decide ir a uma boate em Nova York se divertir, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato – muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer… Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.

By |2019-03-31T20:53:47+00:00abril 14th, 2019|Filmes|0 Comments

A Teoria de Tudo: 3 excelentes motivos pra ver

Assistimos essa semana o filme “A Teoria de Tudo” e já lhes digo de antemão que impossível não se emocionar com a história que conta mais intimamente a vida do astrofísico fodástico Stephen Hawking.

A Teoria de Tudo

Sem mais delongas, vamos aos principais fatos que fazem desse filme um dos mais queridinhos ao Oscar 2015:

1. A bela atuação de Eddie Redmayne.

O que esse ator traz para as telas é algo tão brilhante, que o próprio Stephen Hawking comentou durante uma visita as gravações, que em alguns momentos pensava que era ele mesmo no filme.

Todo processo da doença de esclerose lateral amiotrófica, popularizada pelo recente desafio do balde de gelo, foi interpretado de forma muito convincente, principalmente nas cenas das falas de e processo de debilitação corporal. Com certeza, Eddie Redmayne é merecedor do prêmio da categoria “Melhor Ator” no Oscar 2015 (nossa torcida desde já).

2. O Mito. O Soberano. O Super Professor. O Nerd.

São poucos são os cientistas que alcançam não só a fama entre seus colegas especialistas pelas importantes contribuições ao conhecimento humano e que também tornam-se conhecidos do grande público. Hawking, é um dos exemplos disso. O professor já participou de seriados como Os Simpsons, Star Trek e The Big Bang Theory. Sua voz sintética foi utilizada pelo Pink Floyd e imortalizada no seriado Futurama.

3. Drama e romance (segura o lenço)

É importante informar aqui que o filme não traz explicações aprofundadas sobre física, já que o longa-metragem é baseado no livro de Jane Wilde, ex-mulher de Stephen Hawking. Mas não pense que isso é um fato ruim, muito pelo contrário, Jane trouxe uma imensa aula de amor e companherismo ao lado de Halking. É impossível não se colocar no lugar do casal e se emocionar.

Ficou empolgado? Acompanhe o trailer do filme.

“A Teoria de Tudo” foi indicado em 5 categorias para o Oscar 2015: Melhor filme, Melhor Ator (Eddie Redmayne), Melhor Atriz (Felicity Jones), Roteiro Adaptado e Trilha Sonora.

By |2019-03-31T20:45:37+00:00abril 8th, 2019|Filmes|0 Comments