Caça aos Robôs de Isaac Asimov vai para os Cinemas

Depois da Fox ter destruido o classico livro Eu, Robô na sua adaptação para o cinema, agora a produtora vai adaptar o livro Caça aos Robôs (The Caves of Steel, 1954) de Isaac Asimov para as telenas.

Depois da Fox ter destruido o classico livro Eu, Robô na sua adaptação para o cinema, agora a produtora vai adaptar o livro Caça aos Robôs (The Caves of Steel, 1954) de Isaac Asimov para as telenas.

Como fã de Asimov, só me resta esperar o lançamento do filme e desta vez narrarem a historia corretamente e não somente usarem o nome.

Sinopse

Este romance se passa em uma era em que as cidades da Terra estão cobertas por cúpulas (as cavernas de aço, do título), talvez devido a algum excesso de poluição ou radiação anterior. Na superficie, expostos ao sol, somente robôs cultivam o solo.

Vivendo num ambiente como este, o detetive Elias Bailey passa a sofrer de agorafobia (medo de espaços abertos). Ele também não gosta de robôs, mas lhe dão um robô como auxiliar. Neste contexto, é mandado a investigar a morte de um dignitário estrangeiro, do planeta Aurora, no espaçoporto da Terra, um ambiente a céu aberto, tendo um robô como parceiro de investigação. Ele sabe, porém, que se fracassar, poderá significar a destruição da Terra.

Curiosidades

Asimov tinha acrofobia (medo de altura), mas o que o fez criar um detetive com agorafobia, foi o editor Horace Gold, que encomendou Caça aos Robôs e que sofria desse mal. Gold queria um romance em que o robô fosse o detetive, mas Asimov acabou criando Baley, um humano, que depois acabou sendo considerado o seu personagem mais interessante.

Sinopse

Este romance se passa em uma era em que as cidades da Terra estão cobertas por cúpulas (as cavernas de aço, do título), talvez devido a algum excesso de poluição ou radiação anterior. Na superficie, expostos ao sol, somente robôs cultivam o solo.

Vivendo num ambiente como este, o detetive Elias Bailey passa a sofrer de agorafobia (medo de espaços abertos). Ele também não gosta de robôs, mas lhe dão um robô como auxiliar. Neste contexto, é mandado a investigar a morte de um dignitário estrangeiro, do planeta Aurora, no espaçoporto da Terra, um ambiente a céu aberto, tendo um robô como parceiro de investigação. Ele sabe, porém, que se fracassar, poderá significar a destruição da Terra.

Curiosidades

Asimov tinha acrofobia (medo de altura), mas o que o fez criar um detetive com agorafobia, foi o editor Horace Gold, que encomendou Caça aos Robôs e que sofria desse mal. Gold queria um romance em que o robô fosse o detetive, mas Asimov acabou criando Baley, um humano, que depois acabou sendo considerado o seu personagem mais interessante.

By |2019-05-07T20:08:32+00:00junho 6th, 2019|Uncategorized|0 Comments

About the Author: