O Guerreiro Pagão – Crônicas Saxônicas – livro 7- Bernard Cornwell

Movies
25 ago 2014

Quem me conhece sabe que eu sou um grande fã da série de livros as Crônicas Saxônicas, composto por 7 livros dos quais eu já li todos, apesar de ainda não ter rolado uma resenha aqui no blog, mas desta vez vou aproveitar e contar um pouco de toda a história.

Escrito pelo escritor inglês Bernard Cornwell, um dos escritores mais influentes da atualidade. Ele é apaixonado pela história em geral e da Inglaterra em especial, detalhe que se reflete de forma clara em seus romances. Entre os romances mais famosos estão As Crônicas de Artur, As Aventuras de Sharpe que teve uma adaptação para a televisão, e obviamente as Crônicas Saxônicas que eu vou falar agora.

A história é narrada por Uhtred, um inglês do século IX, filho do senhor de Bebbanburg, que é uma porção de terras e uma fortificação que ficava situada na Northumbria, o norte da antiga Inglaterra. Ainda quando criança ele é sequestrado por vikings dinamarqueses, isso durante a morte de seu pai e Bebbangurg ter sido usurpada por seu tio.

Apesar do que parecia impossível Uhtred acaba gostando da vida com os dinamarqueses, e cresce sendo criado como um filho por Ragnar, o dinamarquês que o raptou. Ele tem muito mais liberdade do que jamais tivera em casa, tem mais amigos, e vive uma vida muito mais animada e aprende a lutar e ser um guerreiro.

“Eu sou Uhtred, filho de Uhtred, e esta é a história de uma rixa de sangue. É a história de como tomarei de meu inimigo o que a lei diz que é meu. E é a história de uma mulher e de seu pai, um rei. Ele era meu rei, e tudo o que tenho devo a ele. A comida que como, o castelo onde vivo e as espadas de meus homens, tudo veio de Alfredo, meu rei, que me odiava.” (Livro 1, página 7)

Mas “a vida é uma caixinha de surpresas”, e mesmo tendo se tornado um pagão, e gostando dos dinamarqueses, nas reviravoltas da história Uhtred acaba se aliando ao rei Alfredo de Wessex, que é um dos maiores reinos da Inglaterra antiga. E a história vai mostrar o crescimento de um grande guerreiro e general, que ama os vikings mas esta destinado a lutar contra eles.

No decorrer dos 7 livros poderemos acompanhar o crescimento de Uhtred, de uma criança raptada pelos dinamarqueses a grande general guerreiro, em sua glória e esplendor. Vamos acompanhar diversas batalhas históricas, cercos a cidades, lutas entre guerreiros, conspiração entre reis, e muita intriga da igreja católica.

Neste série de livros pude apreciar a melhor descrição de parede de escudos que eu já vi. Você se sente junto com os personagens, sente o fedor, o bafo cheio de cerveja dos adversários, ouve os xingamentos e xinga junto, sente medo da morte e ataca derrubando o primeiro homem a sua frente.

“Então chegou o medo. A parede de escudos é um lugar terrível. É onde o guerreiro ganha reputação, e reputação é importante para nós. Reputação é honra, mas para obter essa honra o homem deve ficar na parede de escudos, onde a morte campeia. Eu estivera na parede de escudos em Cynuit e conhecia o cheiro, o fedor da morte, a incerteza da sobrevivência, o horror dos machados, espadas e lanças, e o temia. E ele estava chegando.”

A precisão história dos livros é incrível, apesar de ser um romance e o autor ter inventado vários personagens, mas grande parte deles são reais, e estiveram nas batalhas narradas pelo livro.

O último livro até agora, O Guerreiro Pagão, mostra um Uhtred mais velho, mais ainda sim um grande estrategista e um senhor guerreiro. Tem uma volta as terras de Bebbanburg e uma nova batalha contra os vikings dinamarqueses. Continua no ótimo ritmo dos outros livros misturando ação com intrigas políticas e muitas batalhas e paredes de escudos.

“E Após um incidente envolvendo um abade, Uhtred, um dos últimos senhores pagãos entre os saxões, se vê atacado pela Igreja e por seus seguidores. Sem suas terras e com poucos homens, tudo que lhe resta é colocar um ousado plano em prática: recuperar Bebbanburg, a fortaleza onde cresceu e que foi tomada por seu tio. Porém, o que Uhtred não sabe é que sua missão pessoal vai colocá-lo num ardil capaz de reacender o confronto entre saxões e dinamarqueses, que pode selar de uma vez por todas o destino da Britânia e de sua rivalidade com Cnut.”

Fica um detalhe para as belíssimas capas que a editora Record fez e deixou a minha estante muito mais bacana.

Enfim, é uma série de livros para quem gosta de história, ou quem assistiu o seriado vikings e gostou, ou simplesmente alguém que quer ler uma história que escorre testosterona, vale a pena totalmente. É uma das melhores séries que eu tenho.

Tem 334 páginas e custa R$ 31,50 na Saraiva.

Share

Rafael Cirolini

Marido da Gi, pai da Isa, mestre jedi do gatinho Obiwan. Nerd, muito nerd!